quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Cerca de 74% de eleitores recenseados na Guiné-Bissau

Resultado de imagem para recenseamento eleitoral guine bissauMais de 654 mil eleitores já foram recenseados na Guiné-Bissau para participarem nas eleições legislativas, inicialmente previstas para 18 de novembro, mas que foram adiadas devido a atrasos no recenseamento, disse o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes.

O número total de eleitores recenseados até segunda-feira foi de 654.769 ou 74% dos cerca de 886 mil estimados pelo Instituto Nacional de Estatística guineense, informou na terça-feira Aristides Gomes.

"Estamos no bom caminho. Nesta última semana estamos a adquirir velocidade de cruzeiro", salientou o primeiro-ministro guineense, durante uma conversa com os jornalistas para fazer um ponto de situação sobre o recenseamento eleitoral em curso no país.

O Governo da Guiné-Bissau prolongou até 05 de dezembro o recenseamento eleitoral, que deveria ter terminado na terça-feira.

Resultado de imagem para recenseamento eleitoral guine bissauAs legislativas na Guiné-Bissau estavam marcadas para 18 de novembro, mas dificuldades técnicas e financeiras levaram a atrasos no início do recenseamento, que acabou por ter de ser prolongado além da data prevista para a realização das eleições.

O Presidente guineense, José Mário Vaz, anunciou que só marcará a nova data das legislativas após o recenseamento estar completo.

Dados divulgados na terça-feira pelo primeiro-ministro indicam que na região de Tombali já foram recenseados 74% dos eleitores, enquanto que na região de Quinara foram 78%.

Na região de Oio 78% dos eleitores foram recenseados, na região de Biombo estão 69% e em Bolama/Bijagós 74%.

Na região de Bafatá 78% dos eleitores estão recenseados, na área de Gabu 72% e na região de Cacheu 74%, enquanto que no Setor Autónomo de Bissau já foram recenseados 71% dos eleitores.

"A taxa de crescimento é encorajadora", afirmou o chefe do executivo guineense.

Os dados divulgados pelo primeiro-ministro não incluem ainda os dados dos cidadãos recenseados na diáspora, nomeadamente nos círculos eleitorais de África e da Europa.
Rispito.com/Lusa, 22-11-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público