terça-feira, 20 de novembro de 2018

PR promulga o Regulamento Geral da Lei da Terra

O Regulamento Geral da Lei da Terra esteve durante 20 anos a ser discutido, apesar de ter sido aprovado pelo Conselho de Ministros a 22 de novembro de 2017 e assumido pelo atual Governo a 5 de junho.
O chefe de Estado da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, promulgou esta segunda-feira o Regulamento Geral da Lei da Terra, que esteve durante 20 anos a ser discutido, refere uma nota à imprensa da Presidência guineense.

O regulamento da Lei da Terra foi aprovado pelo Conselho de Ministros a 22 de novembro de 2017 e assumido pelo atual Governo na reunião de Conselho de Ministros de 5 de junho, mas a Lei da Terra data de 1998 e a sua regulamentação deveria ter sido efetivada logo após ter sido publicada no Diário Oficial.
Mas, “imperativos de ordem político-militar e as constantes instabilidades governativas que assolaram o país desde 1998 a esta parte fizeram com que tais desideratos não tivessem sido cumpridos atempadamente”, refere o preâmbulo da reunião de Conselho de Ministros, que aprovou o regulamento.

Segundo a nota à imprensa da Presidência guineense, o regulamento promulgado “trata ao pormenor a aplicação da Lei da Terra”, nomeadamente o uso consuetudinário da terra, concessão rural e de superfície, delimitação das terras das comunidades locais, das comissões fundiárias, registo das terras, terras de pastagem e das instituições competentes em matéria de gestão fundiária.

O regulamento determina também corredores e zonas de reserva de pasto, bem como a hidráulica pastoril, para minimizar conflitos entre criadores de gado e agricultores.
Rispito.com/Observador, 20-11-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público