sábado, 29 de dezembro de 2018

Contratados do principal hospital de Bissau levantam greve após acordo

Contratados do principal hospital de Bissau levantam greve após acordoOs funcionários contratados do Hospital Nacional Simão Mendes, principal hospital da Guiné-Bissau, anunciaram hoje que suspenderam a greve, depois de a direção daquele estabelecimento hospital garantir que vai cumprir parte das reivindicações.

"O sindicato base do pessoal contratado do Hospital Nacional Simão Mendes informa todos os seus associados que a greve foi levantada, devido a um acordo encontrado com o patronato", refere, em comunicado à imprensa, o sindicato.
O sindicato esclarece que a greve foi levantada depois de a direção do hospital se comprometer a "cumprir 50% das reivindicações".

A greve, que começou na quinta-feira, estava prevista decorrer até 31 de Dezembro e entre 03 e 07 de Janeiro.

Os funcionários contratados do hospital de referência da Guiné-Bissau exigiam o pagamento de dois meses de salários em atraso (Outubro e Novembro de 2018), o pagamento do subsídio de vela de Janeiro de 2015 e Dezembro de 2018, a efetivação nos quadros dos funcionários contratados mais antigos e a melhoria das condições de trabalho.
Rispito.com/Lusa, 29-12-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público