terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Motoristas da Guiné-Bissau anunciam nova greve entre quarta e sexta-feira

Image result for toca toca bissauA federação das associações de motoristas da Guiné-Bissau anunciou que vai voltar a parar os transportes de passageiros entre quarta e sexta-feira para exigir que o Governo cumpra os acordos assinados em outubro.
Bubacar Hopffer, presidente da federação, que agrupa associações de motoristas de táxis e transportes interurbanos, defendeu, na segunda-feira à noite, que o Governo "não tem vontade e não cumpriu" nenhum dos 13 pontos acordados com os transportadores
O acordo permitiu suspender uma paralisação laboral dos transportadores no mês de outubro, que deixou o país sem transportes públicos durante dois dias, causando, segundo analistas, "milhões de euros em prejuízo à economia" guineense.
Entre outros pontos, o acordo prevê a redução das operações de controlo de trânsito da polícia, que os motoristas consideram exageradas.
Os motoristas exigem que as operações de controlo do trânsito passem a ocorrer em horários determinados e não "de forma anárquica, como tem acontecido".
A federação das associações dos motoristas e transportadores guineenses acusa a polícia de trânsito de cobranças ilícitas nas estradas, nomeadamente através do aumento de operações stop, consideram os motoristas.
O líder da federação prometeu uma nova greve de três dias, a partir de quarta-feira, e caso não haja o cumprimento "de todos os 13 pontos acordados", anunciou uma outra paralisação "por um período mais longo", frisou.
Bubacar Hopffer disse que os motoristas têm sido alvo de intimidação por parte da polícia e chama a atenção do primeiro-ministro, Aristides Gomes, lembrando que tinham dado ao Governo 60 dias para cumprir com o acordado.
Rispito.com/DN, 18-12-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público