segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

PR  promulga decreto que integra refugiados de longa duração

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, promulgou o decreto sobre a integração definitiva dos refugiados de longa duração, informou em comunicado à imprensa, a Presidência guineense.
Segundo o comunicado à imprensa, o decreto foi promulgado sexta-feira e visa atribuir nacionalidade guineense às pessoas que vivem no país "há mais de 25 anos e que assimilaram a identidade cultural e linguística".
O decreto pretende também eliminar os "fenómenos de apátrida" de pessoas indocumentadas ou estrangeiros em situações irregulares, principalmente crianças, mulheres e pessoas com necessidades especiais de proteção.
No final do ano passado, o antigo primeiro-ministro guineense Umaro Sissoco Embalo anunciou a atribuição de nacionalidade guineense aos cerca de 10.000 refugiados que estão na Guiné-Bissau há mais de 20 anos, provenientes do Senegal, Libéria e Serra Leoa.
Rispito.com/Lusa, 17-12-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público