quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Cônsul da Guiné-Bissau em Macau vítima de burla

O empresário e cônsul honorário da Guiné-Bissau em Macau Chan Meng Kan terá sido vítima de uma burla que ascende a 96 milhões de patacas (11,8 milhões de dólares), noticiou o canal chinês da TDM Rádio Macau.

A rádio adiantou que Chan Meng Kan confirmou ter feito um empréstimo a uma mulher que estaria com problemas de tesouraria na respetiva empresa, tendo esta dado duas lojas como garantia colateral.

O ex-deputado à Assembleia Legislativa de Macau e atual membro do Conselho Executivo esclareceu que só posteriormente veio a saber que as duas lojas já estavam hipotecadas a um banco, não tendo conseguido contactar a mulher.
A Polícia Judiciária do território, contactada pela Macau News Agency (MNA), confirmou estar a investigar uma mulher, descrita como representante de uma empresa imobiliária, contra a qual foram apresentadas 25 queixas de burla.

Alegadamente a mulher terá convencido as vítimas a emprestarem dinheiro a troco de um retorno, acrescido do pagamento de juros elevados.

No total, as autoridades estimam que a burla atinja 167 milhões de Hong Kong dólares. Admitem ainda que, daquele montante, entre 200 mil a 60 milhões de Hong Kong dólares sejam irrecuperáveis.
Rispito.com/Plataforma, 23-01-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público