sexta-feira, 1 de março de 2019

EUA advertem cidadãos norte-americanos sobre riscos de viagens para a Guiné-Bissau

EUA advertem cidadãos norte-americanos sobre riscos de viagens para a Guiné-BissauO departamento de Estado norte-americano advertiu os cidadãos dos EUA para reconsiderarem viajar para a Guiné-Bissau durante o atual período de campanha eleitoral, que vai culminar com as eleições legislativas a 10 de março.

Na advertência, divulgada quarta-feira na página do Departamento de Estado, o Governo norte-americano alerta que o "risco de violência aumenta durante os períodos eleitorais e que, nas últimas eleições, algumas manifestações resultaram em violência".

"O Governo da Guiné-Bissau pode impor restrições de viagens à medida que as eleições se aproximam, às vezes sem aviso prévio, o que pode afetar os planos de viagem", refere o aviso, que indica também que podem ser encontrados mais postos de controlo da polícia e de militares.

O aviso do executivo norte-americano refere ainda que a Guiné-Bissau é afetada por "uma disfunção política e institucional crónica há décadas e há o potencial para violência".

A Guiné-Bissau realiza eleições legislativas a 10 de março, concorrendo 21 partidos políticos. A campanha eleitoral decorre até 08 de março.
Rispito.com/Sapo, 28-02-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público