sexta-feira, 10 de maio de 2019

Enviado Especial da ONU para a África Ocidental em visita a Bissau

Mohamed Ibn Chambas, enviado especial de António Guterres secretário geral da  chegou no principio da noite desta quinta feira, 09 de Maio em Bissau, para a 34° reunião anual dos Chefes das Missões de Paz da ONU na África Ocidental.
Segundo o Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz em Guiné-Bissau, o encontro visa partilhar informações, analisar a situação de paz e segurança na sub-região.
Na reunião participam o representante especial do Secretário-geral na Guiné-Bissau José Viegas Filho, os representantes residentes do Sistema das Nações Unidas na Costa do Marfim e Libéria, países onde as missões de paz da ONU encerraram nos últimos anos.
Na agenda do encontro, Mohamed Ibn Chambas e José Viegas Filho serão recebidos pelo Presidente da República José Mário Vaz e o Primeiro-ministro Aristides Gomes para inteirarem-se da evolução política pós eleitoral na Guiné-Bissau, que nos últimos dias tem dado sinais de crise.
O país não tem um governo, dois meses após as eleições legislativas de 10 de Março. A maioria parlamentar para estabilidade governativa que inclui o PAIGC Partido vencedor das legislativas, denuncia tentativas de anular o resultados eleitorais.
O Presidente da República não chamou o partido vencedor para indicar o nome do Primeiro-ministro e consequente formação do governo. Entretanto, os líderes do Movimento para a Alternância Democrática Madem G15 e o Partido de Renovação Social (PRS) reuniram-se na capital Guineense e no final da reunião os dois partidos que constituem a minoria no parlamento afirmam não reconhecer a mesa do Parlamento.
O líder do Madem G15, Braima Camara aponta como solução o dialogo e bom senso para ultrapassar a crise, o político fez estas declarações após a reunião que analisava a situação política. No final o grupo produziu um comunicado para reafirmar a posição sobre a constituição da mesa do parlamento.
Rispito.com/Aliu Candé, 10-05-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público