terça-feira, 24 de setembro de 2019

Mensagem do PM no dia da independência 

Image result for aristides gomesQuero, por esta ocasião, saudar vivamente os nossos gloriosos combatentes da liberdade da Pátria e todos aqueles que, de uma forma ou de outra, contribuiram para a concretização desse desígnio: tornar real o sonho da auto-determinacao e soberania.

A nossa independência custou suor, sangue e muito sacrifício por termos recusado a barbarie e a ditadura do entao poder colonial.

É, pois, com esta mesma resiliência, que hoje, passados 46 anos, devemos proteger os valores da liberdade e da cidadania e lutarmos juntos para a consolidação do Estado de Direito democrático.

As instituições da República devem ser estabilizadas, na base de processos democráticos, que tenham ganhos prévios para encarrarmos os desafios dos tempos modernos.

Só assim poderemos garantir que cada cidadão deste país tenha acesso aos serviços sociais básicos. Ou seja: alimentação, saúde, educação, habitação, energia, agua e saneamento.

Nesta perspectiva, torna-se imperiosa a necessidade da realização das Eleições Presidenciais à data de 24 de Novembro próximo.

É nossa convicção que o desenvolvimento, o qual todos nós almejamos só acontecerá quando as questões ora enumeradas deixarem de constituir empecilho para o guineense.

Prezados compatriotas e irmãos,

A Guiné-Bissau ocupa atualmente um dos piores lugares do ranking dos países menos atrativos ao investimento estrangeiro.
Para inverter este quadro desfavorável, o governo que tenho a honra de dirigir, tem estado a trabalhar arduamente no sentido de melhorar substancialmente a imagem do país aos olhos do mundo.
Nesse âmbito, lançamos uma forte ofensiva diplomática/economica um pouco por toda parte do globo, cujos resultados poderão começar a trazer ganhos reais a curto prazo.

Um dos exemplos paradigmaticos, é a recente visita ao país de uma importante delegação dos Emirados Árabes Unidos e a projectada deslocação ao país, em princípio, no dia 8 de outubro próximo, de uma missão tecnica e ministerial da Arábia Saudita.

A tarefa é difícil e os desafios são enormes. Porém, a nossa determinação de fazer mais e melhor superam quaisquer obstáculos que possam advir.

Pela Guiné-Bissau lutaremos até ao último suspiro para honrarmos o sonho de Amílcar Cabral.

Neste particular, apraz-nos realçar a corajosa luta contra o crime organizado transnacional, nomeadamente o tráfico de drogas, que estamos a levar a cabo não obstante os escassos meios materiais e financeiros.

O reconhecimento internacional (CEDEAO e ONU) dos nossos esforços na luta contra os narcotraficantes é por si só motivo de satisfação e encorajamento.

Estejamos juntos para sempre como "Ramos do mesmo tronco" e com "Olhos na mesma luz".

Viva Guiné-Bissau,
Viva o povo guineense,
Vivam os combatentes
Viva a independência
Viva a democracia

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público