terça-feira, 1 de outubro de 2019

União Europeia apoia presidenciais na Guiné-Bissau com um milhão de euros

Nenhuma descrição de foto disponível.
A nova representante da União Europeia na Guiné-Bissau, Sónia Neto, disse hoje que a organização vai apoiar com um milhão de euros as eleições presidenciais no país, marcadas para 24 de Novembro.

"Vamos financiar através do PNUD (Programa das Nações Unidas de Apoio ao Desenvolvimento). Foi ontem confirmado já o valor junto dos meus colegas na reunião do P5 e estamos a aguardar uma decisão de Bruxelas relativamente à missão de peritos da União Europeia para as eleições presidenciais", afirmou aos jornalistas Sónia Neto.

A nova representante falava aos jornalistas no Palácio da Presidência, em Bissau, depois de ter entregado as cartas credenciais.

O P5 inclui, além da União Europeia, as Nações Unidas, a União Africana, a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Numa declaração lida aos jornalistas no final do encontro com o Presidente guineense, José Mário Vaz, Sónia Neto sublinhou que o seu principal objetivo é "poder contribuir para a normalização e estabilização da situação política, aproveitando os instrumentos que a União Europeia disponibiliza para o desenvolvimento sustentável".

A nova representante disse também que vai trabalhar com os seus parceiros da comunidade internacional presentes em Bissau para que possam "contribuir para que as próximas eleições presidenciais sejam justas, livres e transparentes".

"A União Europeia está empenhada em combater as ameaças sérias à segurança da África Ocidental, desde a criminalidade organizada, incluindo diversos tráficos ilegais", afirmou.
Rispito.com/Lusa, 01/10/2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público