segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Governo e militares reunidos em Conselho de Segurança da Guiné-Bissau

O Governo da Guiné-Bissau e as chefias militares estiveram reunidos nesta segunda feira (03-02-2020) em Conselho de Segurança e no final do encontro, o ministro do Interior, Juliano Fernandes, disse tratar de "uma reunião normal de analise à segurança interna".

Juliano Fernandes enfatizou que a reunião foi convocada pelo primeiro-ministro, Aristides Gomes, para permitir que todos os integrantes do Conselho de Segurança possam falar sobre a situação de segurança do país.

"É uma reunião de consulta, nesta fase que o país está a atravessar, criou-se esta oportunidade para que todos os integrantes reflitam sobre o estado da segurança do país", afirmou Juliano Fernandes, adiantando que, entre outras questões, a reunião discutiu a necessidade de ser criado um regimento de funcionamento do conselho.
O responsável frisou que se concluiu que a Guiné-Bissau "é um país onde se pode viver com relativa segurança, comparado com outros países".

Questionado sobre o facto de a reunião ocorrer numa altura em que há rumores a indicarem alegadas detenções de militares, Juliano Fernandes desmentiu aquelas informações, ressalvando que "o país está seguro".

Insistentes rumores em Bissau apontam que alguns militares teriam sido detidos, acusados de alegadas interferências no processo eleitoral.
Rispito.com/Lusa, 03-02-2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público