terça-feira, 17 de março de 2020

Covid-19 já afeta 30 países em África

Afrika Coronavirus Pandemie / Elfenbeinküste (Getty Images/AFP/S. Kambou)Tanzânia, Libéria, Somália e Benim confirmaram nesta segunda-feira (16.03) os seus primeiros casos do novo Coronavírus. Nos últimos dias a doença dissiminou-se rapidamente em África, onde 30 países já estão afetados.
O Ministério da Saúde da Tanzânia informou que detetou o Covid-19 numa mulher de 46 anos que chegou ao Aeroporto Internacional de Kilimanjaro. A paciente foi internada e está isolada num hospital de Mount Meru, na cidade de Arusha.

Já o Governo da Libéria disse que o primeiro caso do novo coronavírus afetou Nathaniel Blama, chefe da Agência de Proteção Ambiental do país, que voltou na última sexta-feira (13.03) de uma viagem à Suíça.

As autoridades liberianas pediram que a população permanecesse calma enquanto continua à procura de todos aqueles que possam ter tido contato com o infetado para colocá-los em quarentena.

Voos internacionais suspensos

Da mesma forma, o Governo da Somália confirmou que o primeiro caso registado no país, é de um somali que chegou a Mogadíscio no início do mês de março vindo da China. As autoridades também informaram que a partir desta quarta-feira (18.03) vão suspender todos os voos internacionais.

O Benim entrou na lista dos países afetados ao anunciar nesta segunda-feira (16.03) o caso positivo de um cidadão burquinabe, de 49 anos, que chegou ao país no último dia 12, depois de passar pelo Burkina Faso e Bélgica.

Até o momento, um total de 30 países afriacnos, um continente composto por 54 países, foi afetado por mais de 350 casos confirmados do Covid-19.
Rispito.com/DW Africa, 17/03/2020


Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público