quarta-feira, 15 de abril de 2020

O impacto da pandemia na economia da África Subsaariana

O Banco Mundial estima que o novo coronavírus poderá levar o continente africano a um de seus piores desempenhos econômicos em um quarto de século. Segundo a publicação African’s Pulse, o crescimento econômico pode oscilar entre -2 a -5 % por causa da pandemia de Covid-19. 
Banco Mundial: O impacto da pandemia na economia da África Subsaariana - Por dentro da ÁfricaNo ano passado, África Subsaariana (parte do continente africano situada ao sul do Deserto do Saara) registrou um aumento de 2,4% em sua atividade econômica. Mas a atual fase do novo vírus está a testar os limites das sociedades e suas economias pelo mundo. Segundo o vice-presidente do Banco Mundial para África, Hafez Ghanem, as nações africanas serão atingidas mais severamente. 
O órgão acredita que Angola, África do Sul e Nigéria podem sofrer grande redução em seu Produto Interno Bruto (PIB) com a crise. Os países exportadores de petróleo também serão afetados mais fortemente. 
Para o Banco Mundial, também é vital atender urgências como postos de trabalho e o desemprego gerado pela crise de saúde global.  
Os especialistas do órgão dizem que a prioridade dos legisladores africanos deve ser salvar vidas e proteger a subsistência das pessoas afetadas assim como os sistemas de saúde e a cadeia alimentar. 
O Banco Mundial acredita que a pandemia pode custar de US$ 37 bilhões a US$ 79 bilhões em perdas de produção para a África em 2020 devido a uma combinação de efeitos como a interrupção da cadeia de comércio e valor que impacta os exportadores de commodities e países com forte participação no comércio. 
A pandemia pode ainda  gerar uma onda de insegurança alimentar em África com a produção agrícola contraindo-se entre 2,6% a 7% num cenário mais pessimista e em caso de bloqueio de alimentos. 
Para enfrentar a situação, vários países africanos iniciaram contingências como polít,icas fiscais e monetárias com bancos centrais e um corte na taxa de juros para estimular o consumo. Mas para o Banco Mundial, não resta dúvida de que outras medidas como alívio da dívida terão de ser introduzidas para ajudar os países africanos a responderem os efeitos da pandemia  sobre suas economias.
Rispito.com/Por dentro da Africa, 15-04-2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público