terça-feira, 25 de agosto de 2020

Guiné-Bissau cria fundo para apoiar vítimas da chuva

Parlamento da Guiné-BissauPaís tem sido duramente atingido pelo mau tempo, que acentuou a degradação das estradas a nível nacional.
O Governo da Guiné-Bissau decidiu criar um fundo social, de cerca de 150 mil euros, para apoiar as vítimas do mau tempo que se tem feito sentir no país, onde tem chovido com muita intensidade.
A decisão consta no comunicado do Conselho de Ministros, divulgado esta segunda-feira à imprensa, na sequência de uma reunião extraordinária, durante a qual foram analisados os danos sociais provocados pelas chuvas e a acentuada degradação das estradas a nível nacional.

Em relação à degradação das vias rodoviárias, o Conselho de Ministros da Guiné-Bissau autorizou o Ministério das Obras Públicas a "recorrer a parceiros particulares para uma rápida intervenção, visando a manutenção dos troços de estradas em situações mais críticas".

Na reunião extraordinária ficou também decidido autorizar o Ministério das Obras Públicas, em colaboração com os ministérios das Finanças e Transportes, a viabilizarem medidas para melhorar a pista de aterragem do aeroporto internacional Osvaldo Vieira e a aquisição de aparelhos para controlo de bagagens e passageiros.

As já degradadas vias rodoviárias da Guiné-Bissau estão praticamente intransitáveis devido à intensidade das chuvas que têm caído no país.

O mau estado das estradas levou já o Movimento da Sociedade Civil a pedir ao Governo para não cobrar, temporariamente, portagens às viaturas, incluindo as de transporte de passageiros.

A época das chuvas na Guiné-Bissau ocorre entre maio e novembro.
Rispito.com/Correio da Manha, 25/08/2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público