quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Presidente da Gâmbia em visita de algumas horas à Bissau

O Presidente da República da Gâmbia, Adama Barrow está na Guiné-Bissau para uma visita oficial de algumas horas, a convite do seu homólogo guineense, Umaro Sissoco Embalo.

Internacional Osvaldo Vieira pelo seu homólogo guineense, Umaro Sissoco Embalo, com honras militares e saudações culturais.

Em declarações á imprensa no Aeroporto internacional de Bissau, após a recepção do Presidente Gâmbiano, o chefe de Estado guineense Umaro Sissoco Embalo considerou de excelentes as relações entre a Gâmbia e Guiné-Bissau.
“A visita de Adama serve-se para reforçar ou seja elevar os laços existentes entre os dois povos irmãos”, disse Umaro Sissoco Embalo.

Por sua vez, o Presidente Adama Barrow disse que esta é a primeira vez que vem ao país e que a sua vinda serve para reforçar as relações já existentes entre os dois países.
“A Guiné-Bissau e Gâmbia são países irmãos, com a mesma cultura, por isso é preciso trabalhar em conjunto para o desenvolvimento das duas nações, sobretudo a Guiné Bissau”, explicou.

Para tal, Barrow afirmou que o Presidente da Guiné-Bissau precisa de ser apoiado para que o país possa progredir.
“Os combatentes da liberdade da pátria lutaram e libertaram o país do jugo colonial e agora resta a união no seio dos guineenses e trabalhar em conjunto para desenvolver o país”, disse.

Afirmou estar esperançado de que o país vai encontrar um rumo certo, antes do Presidente Sissoco terminar o seu mandato.

O Chefe de Estado gâmbiano depositou coroas de flores no Mausoléu Amilcar Cabral, em Amura, em jeito de reconhecimento ao pai da nacionalidade guineense e cabo-verdiano.
Rispito.com/Lusa, 21/10/2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público