terça-feira, 24 de novembro de 2020

Primeiro-ministro não aceita pedido de demissão do ministro da economia

Mandinga pediu demissão do cargo de ministro da Economia da Guiné-Bissau por considerar que foi esvaziado das suas "competências orgânicas" com a nomeação do vice-primeiro-ministro, Soares Sambú.

Passado muitos dias no interregno primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam, disse hoje que não aceitou o pedido de demissão do ministro da Economia, Vitor Mandinga, apresentado no início deste mês. 
O chefe do Governo guineense falava após a entrega na Assembleia Nacional Popular do Orçamento de Estado para 2021, que vai ser discutido na próxima sessão ordinária do Parlamento, com início previsto para o próximo dia 30. 

"Foi uma decisão própria do ministro. É uma peça fundamental neste Governo, estamos a tentar conversar e gerir a situação da melhor forma para ver se volta a assumir as funções", salientou Nuno Nabiam.
Rispito.com/BD, 24/11/2020


Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público