segunda-feira, 13 de outubro de 2014

10 missionários abandonam Catel com receio do Ébola

Manonitas retiraram missionários de Catel (foto D.R.)Dez missionários menonitas, movimento cristão, abandonaram a Guiné-Bissau como medida preventiva, devido ao receio de aparecimento de casos de ébola no país.
Os missionários dirigiam uma clínica em Catel, onde dizem aparecer cada vez mais pessoas para que seja despistada a doença do ébola, algo que a unidade de saúde não tem meios para realizar.
«Apesar de não haver casos resgistados de ébola na Guiné-Bissau, o contexto atual não permite controlar quem esteve ou não em contacto com o vírus», frisou a organização, com sede na Suíça, em comunicado. E promete uma reavaliação da decisão no final do ano.
A Bola, 13 de Outubro de 2014

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público