terça-feira, 14 de outubro de 2014

Guiné-Bissau e Moçambique participam no Festival de Cinema Africano de Córdoba

Os filmes "Mortu Nega", da Guiné Bissau, e "De Corpo e Alma", de Moçambique participam na edição 2014 do Festival de Cinema Africano de Córdoba (FCAT), que começa quarta-feira na cidade espanhola.
De 1988, a obra "Mortu Nega" é a primeira longa metragem de Flora Gomes e a primeira "docuficção" do país, debruçando-se sobre a situação da Guiné-Bissau em 1973, durante a guerra de independência.
A obra moçambicana "De Corpo e Alma" de Matthieu Bron, de 2010, conta a história de três jovens com deficiência física que vivem nos arredores de Maputo.
Cerca de 40 obras de vários países africanos integram a programação da edição não competitiva do FCAT, a que se somam várias atividades paralelas, incluindo debates, encontros, exposições e moda.
Entre 15 e 17 decorre também o Fórum da Critica de Cinema, dedicado este ano ao tema "Cinema de África nos tempos transmedia", onde participam profissionais, críticos e jornalistas culturais.
Lusa, 13 de Outubro 2014

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público