segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Manelinho arrisca-se enfrentar dois pesados problemas ao mesmo tempo

A Liga de Futebol da Guiné-Bissau ameaça avançar com uma queixa crime contra o presidente da Federação do futebol guineense, Manuel de Nascimento Lopes, vulgo Manelinho.

Em causa está a falta de marcação de data de assembleia geral ordinária para eleição de novo corpo diretivo da federação, uma vez que o mandato da atual direção termina no próximo dia 8 de Março.

Conforme a lei estatutária que rege o futebol guineense, a marcação da assembleia geral ordinária deve ser feita três meses antes da caducidade do mandato do corpo diretivo em função, pressuposto importante que o presidente não se dignou cumprir até hoje.

De acordo com os clubes, estava previsto uma reunião entre o presidente da Federação, Manelinho e alguns dirigentes dos clubes agrupados numa comissão designada de "salvação de Futebol", para abordar o assunto, mas acontece que não foi possível devido a não disponibilidade do presidente de Federação que disse estar muito ocupado com as disputas politicas.

É de lembrar que o Manuel Nascimento Lopes, faz parte de um dos deputados expulsos do PAIGC e consequentemente do Parlamento.

Se a liga de clubes não desistir, Manelinho arrisca-se enfrentar dois pesados problemas em duas frentes... No desporto e na politica.
Rispito.com, 15-02-2016


Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público