sexta-feira, 27 de maio de 2016

Confusões e maltrato após o decreto presidencial 

Seis feridos dos quais dois deputados da nação, três civis e um agente da força de segurança, é o resultado de manifestação de protesto na noite de quinta-feira 26 de maio em Bissau, contra o Decreto Presidencial nº 02/2016, que nomeia Baciro Dja como Primeiro-ministro da Guiné-Bissau. 

As emoções se alteraram quando o decreto presidencial que nomeia o novo Primeiro Ministro foi tornado ao público.
As reações não se fizeram esperar, os manifestantes começaram atirar pedras e garrafas incendiaram pneus e tanques de lixo em frente do Palácio da Republica, seguidamente, os militares da força de segurança saíram em defesa da instituição presidencial envolveram-se em chutes e pontapés com cacetes e coronhas de armas, tendo o deputado Fernando Ialá do círculo 27 espancado e partido o braço e o outro deputado Iafai Sané, igualmente espancado, isto após um militar ter sido acertado com uma pedra na garganta. Como se vê nas imagens.

Como se não bastasse, o Fotografo de um dos jornais de Bissau foi roubado a máquina fotográfica e alguns manifestantes retirados os telemóveis por se encontravam a fotografar e gravar a imagem auditiva do desacato. os detidos foram postos em liberdade. Por agora, a situação está calma e controlada pela força de segurança.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 26-05-2016




Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público