sábado, 28 de maio de 2016

Exibição pública das Forças Armadas manobras de amedrontar os cidadãos

O Presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) afirmou que a exibição pública das Forças Armadas através da Policia Militar (PM) e outas companhias das forças armadas no tumultos registado após a publicação do Decreto Presidencial que nomeia Baciro Dja como PM, não passa de manobras de amedrontar os cidadãos para impedir o exercício dos direitos fundamentais.
Augusto Mário que falava sábado 28 de Maio em Bissau, em conferência de imprensa sublinhou que a Liga não pode compactuar-se com ações de género. Por isso chama atenção a direção das Forças Armadas no sentido de enquadrarem todas as suas intervenções em base de ditames legais para evitar qualquer manipulação ou instrumentalização venha de quem vier. “ As forças Armadas não podem servir de instrumentos para amedrontar o povo”. Salienta
O Nº 01 da LGDH disse ainda que os militares não podem intervir na manutenção da ordem. Porque conforme o Presidente compete a polícia o fazer. “ As Forças Armadas que resguardem-se nos aquartelamentos, que não se interferem nos exercícios de competências de outros órgãos e que as forças de segurança garantam efectivamente, segurança aos cidadãos e os seus patrimónios”.
A Liga indica apesar os membros do Governo deposto estarem a manifestar uma indignação, não podem barricar-se no edifício governamental impedindo o funcionamento do aparelho administrativo de Estado.
Sobre a restrição de circulação dos cidadãos a zona circundante da Praça dos Heróis Nacionais durante três dias, o activista denúncia que é um atentado grave a democracia: “O que estamos assistir a três dias é a restrição da liberdade de reunião de uma associação politica neste caso o PAIGC, não estamos num Estado de síte ou de emergência, não há motivos de limitarmos a circulação e isso não pode ser por uma ordem verbal ”.
A organização lança um veemente apelo ao Presidente Mário Vaz para enquadrar as suas ações e todas as instituições de defesa e segurança com os padrões legais.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente 28-5-16

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público