segunda-feira, 23 de maio de 2016

Gestão e projeção do meio ambiente é positivo na Guiné-Bissau 


Os Ambientalistas do país consideram de positivo o processo de gestão e projeção do meio ambiente na Guiné-Bissau.
A satisfação foi revelada domingo 22 de maio em Bissau, data em que foi instituída pelas Nações Unidas em 1992, como dia Internacional da Biodiversidade, na qual a Guiné-Bissau é parte integrante da Convenção.
Este ano a efeméride está sendo celebrada sob o lema: “Integrar a Biodiversidade para a Manutenção das Populações e Seus Meios de Subsistências”. 
Está em curso durante a semana da Biodiversidade que iniciou de 22 e termina ao 25 de maio com debates radiofónicos com os parceiros do IBAP, sobre o serviço de ecossistema, uma conferência de debate em parceria com Global Shappers sobre o decurso da conservação do ambiente na Guiné-Bissau e o processo de evolução e criação do Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas (IBAP).
A Guiné-Bissau dispõe atualmente de 12% de território marinho de áreas protegidas e 26% total do território, faltando apenas 1% que o mundo exige.  
As jornadas da biodiversidade Organizadas pela Secretaria de Estado do Ambiente através do IBAP, culminarão com o lançamento de guias e brochuras das áreas Protegidas e com animação sobre a cultura Bijagós com destaque a dança canhocan.
Recorde-se que a Convenção da Biodiversidade visa consensualizar a população mundial sobre a importância da biotecnologia.
Rispito.com/Lai Balde-correspondente, 23-05-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público