sexta-feira, 2 de setembro de 2016

ABATE DAS ÁRVORES AINDA NÃO PAROU 

O abate das árvores que outrora foi expressamente proibido e arredado aos que praticam esse acto de forma ilegal, afinal, as cortes ainda continuam a verificar-se na Guiné-Bissau.

A Brigada da Proteção da Natureza e Ambiente da Guarda Nacional (GN) capturou recentemente três viaturas carregadas de tores de madeira cortada recentemente nas matas da Guiné-Bissau.     

Com efeito, o Ministro de Estado e do Interior visitou o dispositivo da GN em Bissau, Safim e o local onde se encontram estacionados os camiões.

Em reação perante o facto consumado, Botche Candé promete ja mais tolerar aos infratores e aproveitou lançar uma voz extensiva sobre a constante fuga ao fisco que se regista no país.

Sem especificar de forma explicita, Armando Marna, Comandante Nacional da Guarda Nacional disse que neste momento está a verificar-se constantes apreensões da madeira e tráfico de produtos.

Lembramos que, mais de 100 mil toros de madeira tinham sido confiscados pelo Governo do DSP que considerava que o corte das árvores tinham sido feitos de forma ilegal, pelo que a madeira devia ser vendida e o dinheiro reverter para o Estado, ainda que os madeireiros tivessem direito a um certa quantia. Em contrapartida, José Mário Vaz ordenou aos madeireiros do país que vendam a madeira que lhes tinham sido confiscada pelo Governo demitido, mas com uma advertência clara de que deviam pagar impostos ao Estado.
Rispito.com/Lai Balde-Correspondente, 02-09-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público