segunda-feira, 12 de dezembro de 2016


Decreto Presidencial N°013/2016
Sob proposta do Primeiro-ministro,
O Presidente da República decreta, nos termos e para os efeitos da alínea i) do Artigo
68.°, conjugado com o Artigo 70.°, ambos da Constituição da República, o seguinte:

Artigo 1.°
São nomeados membros do Governo as personalidades que adiante se indicam:

Ministérios
  1. Senhor Florentino Mendes Pereira, - Ministro de Estado, da Energia e Indústria;
  2. Senhor Botche Candé, - Ministro de Estado e do Interior;
  3. Senhor Aristides Ocante da Silva, - Ministro de Estado, dos Combatentes da Liberdade da Pátria e Reinserção Social; 
  4. Senhor Malal Sane, - Ministro de Estado, da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares;
  5. Senhor João Alage Mamadu Fadia, - Ministro de Estado da Economia e Finanças;
  6. Senhor Jorge Malu, - Ministro dos Negócios Estrangeiros, da Cooperação Internacional e das Comunidades;'
  7. Senhor Eduardo Costa Sanha, - Ministro da Defesa Nacional;
  8. Senhor Rui Sanha, - Ministro da Justiça;
  9. Senhor Victor Luís Pinto Fernandes Mandinga, - Ministro Comércio e Promoção Empresarial;
  10. Senhor Marciano Silva Barbeiro, - Ministro das Obras Públicas, Habitação e Urbanismo;
  11. Senhor Sola Nquilim Nabichita, - Ministro da Administração Territorial;
  12. Senhor Barros Bacar Banjai, - Ministro dos Recursos Naturais;
  13. Senhor Fernando Vaz, - Ministro do Turismo e Artesanato;
  14. Senhor Tumane Balde, - Ministro da Função Pública, Reforma Administrativa e Trabalho
  15. Senhor Victor Gomes Pereira, - Ministro de Comunicação Social;
  16. Senhor Sandji Fati, - Ministro da Educação e do Ensino Superior;
  17. Senhor Carlitos Barai, - Ministro da Saúde Pública;
  18. Senhor Nicolau dos Santos, - Ministro da Agricultura, Floresta e Pecuária;
  19. Senhor Fidélis Forbs, - Ministro dos Transportes e Comunicações;
  20. Senhor Orlando Viegas, - Ministro das Pescas;
  21. Senhor Carlos Alberto Kenedy de Barros, - Ministro da Mulher, Família e Solidariedade Social;
  22. Senhor Tomás Gomes Barbosa, - Ministro da Cultura e Desporto;
  23. Senhor Domênico Oliveira Sanca, - Ministro dá Juventude e Emprego;
  24. Senhor António Sirifo Embalo, - Ministro do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.
Secretários de Estado
  1. Senhor Francisco Malam N. Djatá, - Secretário de Estado da Ordem Pública;
  2. Senhora Felicidade Soares Correia de Brito Abelha, - Secretária do Estado do Tesouro;
  3. Senhor José Adelino Vieira, - Secretário de Estado do Orçamento e Assuntos Fiscais;
  4. Senhor José Biai, - Secretário de Estado do Plano e Integração Regional;
  5. Senhor Marcelino Simões Lopes Cabral, - Secretário de Estado da Reforma Administrativa;
  6. Senhor Augusto Poquena, - Secretário de Estado da Cooperação Internacional;
  7. Senhor Dino Seidi, - Secretário de Estado das Comunidades;
  8. Senhor Humiliano Alves Cardoso, - Secretário de Estado do Poder Local;
  9. Senhora Maria Inácia Sanha Có, - Secretária de Estado da Administração Hospitalar;
  10. Senhora Elizabete Yala, - Secretária de Estado do Ensino Superior e da Investigação Científica;
  11. Senhora Maria Evarista de Sousa, - Secretária de Estado das Florestas e Pecuária;
  12. Senhora Iracema do Rosário, - Secretária de Estado do Ensino Básico, Secundário e Profissionalizante;
  13. Senhor Bernardo Braima Mané, - Secretário de Estado do Ordenamento do Território.
Artigo 2.°
Este Decreto Presidencial entra imediatamente em vigor.

Publique-se!
Bissau, 12 de Dezembro de 2016.
O Presidente da Republica
José Mário Vaz \


3 comentários:

  1. Este Governo é ilegal, é constitucional. Este Governo não existe, é uma fraude, uma violação flagrante à Constituição da República da Guiné-Bissau. O Povo da Guiné-Bissau merece muito mais respeito por parte do Senhor Presidente da República porque, votou em 2014 e escolheu ao PAIGC como força política que queria que dirigisse os seus destinos rumo ao desenvolvimento. Portanto este Governo não é do PAIGC, este Governo é uma FRAUDE!

    ResponderEliminar
  2. Se for assim empossado tal como acaba de ser constituído, com toda a celeridade possível, o Toka-Toka deste Governo de Iniciativa Presidencial pode partir ainda esta semana. Da minha parte, a preocupação é pura simplesmente, como é que vai conseguir manobrar nas três curvas de "Tchoguedul" a sua frente para chegar até Bambadinca e morar lá. As três curvas de "Thoguedul" que são nomeadamente, o Órgão do Presidente da ANP, o da Mesa da Presidência da ANP e o da Comissão Permanente da ANP.

    Porque só conseguindo manobrar bem nestas curvas é que poderá chegar em "Bambadinca", o Órgão da Plenária da ANP. Tudo deve acontecer dentro dos próximos 60 dias. O seu antecessor não safou. Agora ele, a ver, vamos. Tem os seus 60 dias e pico de vida. Mas quem sabe, talvez sabe manobrar melhor. Pode ser que este agora Sô Premiê seja mais N'Tori Palan que o Outro. A ver, vamos. "Fufafus"...

    Obrigado.
    Boa sorte para todos nós bissau-guineenses (Mulheres e Homens).
    Que reine o bom senso.
    Amizade.
    A. Keita

    ResponderEliminar

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público