terça-feira, 23 de maio de 2017

União Europeia insiste que políticos guineenses cumpram prazo imposto pela CEDEAO

uniaoeuropeiaA União Europeia (UE) reafirmou que apoia plenamente o Acordo de Conacri firmado no final de 2017, sublinhando que concorda que o mesmo acordo deve ser implementado sem demora.

Em comunicado de imprensa, a UE destaca que é fundamental que todos os atores políticos guineenses se comprometam a cumprir o prazo de 30 dias imposto pela missão de alto nível da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

A última Missão Ministerial da CEDEAO, que esteve no país, insistiu que o Acordo de Conacri é a única base para uma solução pacífica, consensual e inclusiva da atual crise ainda em curso no país.

Segundo ainda o comunicado da União Europeia, os indivíduos que impedem a implementação do Acordo de Conacri devem ser responsabilizados.

A organização europeia espera no entanto, que as forças de Defesa e Segurança continuem distantes e não intervenham na crise política. “A crise política duradoura na Guiné-Bissau, ameaça a estabilidade e o desenvolvimento do país, com implicações regionais mais amplas”, refere ainda a União Europeia.
Rispito.com/e-Global, 23-05-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público