quinta-feira, 22 de junho de 2017

BCEAO preocupado com atrasos nos pagamentos dos créditos nos bancos guineenses

Image result for bceao guine bissau
Image result for bceao guine bissauO Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO) manifestou  preocupação com os atrasos nos pagamentos dos créditos nos bancos comerciais guineenses, na reunião trimestral com os diretores daquelas instituições.

"A avaliação que fizemos sobre a situação do sistema bancário globalmente mostra que há um bom desempenho ao nível dos principais indicadores de atividade e da solidez do sistema. Notámos, no entanto, com alguma preocupação que há um aumento da de degradação da carteira de crédito em mora", afirmou Helena Embaló, diretora-geral do BCEAO na Guiné-Bissau.
Segundo a diretora-geral, que falava em conferência de imprensa depois da segunda reunião trimestral entre o banco central e os bancos comerciais, os bancos comerciais guineenses têm "necessidade de reforçar as ações no sentido de saneamento daquela carteira".
Por outro lado, sublinhou Helena Embaló, os bancos também devem reforçar os fundos próprios para "preservarem a qualidade da carteira e a sua solidez financeira".
"O reforço dos fundos próprios dos bancos está em curso e também vamos tomar medidas necessárias para reforçar o esforço na recuperação do crédito", garantiu Rómulo Pires, representante dos bancos comerciais e presidente do Banco da África Ocidental (BAO).
Segundo Rómulo Pires, os bancos continuam a fazer o trabalho necessário para adotar a nova regulamentação para reforço dos quadros e investimento de sistemas informáticos.
"Saímos desta reunião com a convicção de que devemos continuar a zelar pela evolução positiva da nossa atividade, assim como pelas inovações em curso, nomeadamente a implementação de todas as reformas", disse.
Rispito.com/Lusa, 22-06-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público