sexta-feira, 29 de junho de 2018

Fundo Saudita para o Desenvolvimento aprova crédito de 12,8 milhões de euros para a Guiné-Bissau

Image result for Fundo Saudita para o Desenvolvimento aprova crédito de 12,8 milhões de euros para a Guiné-BissauSegundo o Governo guineense, o Fundo Saudita para o Desenvolvimento disponibilizou o apoio "para contribuir para o setor agrícola guineense, como forma de melhorar a dieta alimentar das populações".
O Fundo Saudita para o Desenvolvimento aprovou um crédito de 12,8 milhões de euros para o programa de desenvolvimento agrícola da Guiné-Bissau, anunciou esta sexta-feira o Governo guineense, em comunicado.

“O crédito é reembolsável em 30 anos, com 10 anos de graça, e com uma taxa de juro de 1% por ano”, refere o comunicado.
Segundo o Governo guineense, o Fundo Saudita para o Desenvolvimento disponibilizou o apoio “para contribuir para o setor agrícola guineense, como forma de melhorar a dieta alimentar das populações”.

O apoio do Fundo Saudita para o Desenvolvimento acontece depois de a Índia ter doado mil toneladas de arroz à Guiné-Bissau no âmbito do mesmo programa. O arroz doado deverá ser vendido e os fundos reverterem para a aquisição de sementes para incentivar o cultivo de arroz na Guiné-Bissau. O arroz é a base alimentar dos guineenses, que não produzem a quantidade que consomem, acabando por importar aquele cereal.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, cada guineense consome cerca de 130 quilogramas de arroz por ano, o que significa um consumo anual total de 200.000 toneladas.

A Guiné-Bissau produz apenas cerca de 100.000 toneladas de arroz. O Governo da Guiné-Bissau anunciou também este ano o investimento de cerca de 600 mil euros para melhorar pistas rurais no país para facilitar o escoamento de produtos agrícolas.
Rispito.com/Lusa, 29-06-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público