segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Guiné-Bissau 'atacada' pela Lagarta Legionária do Outono

Image result for Lagarta Legionária do OutonoOs camponeses da Guiné-Bissau estão a ser confrontados com um inseto conhecido por Lagarta Legionária do Outono, uma praga para a qual a diretora da proteção vegetal do país, Maria Rosa Ferreira, disse não existir um antídoto mundial.
responsável disse à Lusa que o Ministério da Agricultura tem estado a ser informado, por camponeses, de quase todo o país, dos ataques da Lagarta Legionária do Outono, com maior incidência nas culturas do milho.
"É uma praga exótica que entrou em África, vinda da América do Sul, que nós registamos aqui na Guiné-Bissau, no ano passado", declarou Rosa Ferreira.
A diretora dos serviços de proteção vegetal guineense indicou que a praga "é terrível" por atacar "mais de 90 espécies de plantas".
"Em fase adulta, é parecida com uma borboleta. Consegue voar até mil quilómetros numa noite", observou a responsável, salientando que a praga é resistente a inseticida convencional.
A esperança de Maria Rosa Ferreira para "um dia encontrar uma resposta à Lagarta Legionária do Outono" reside em dois projetos em desenvolvimento entre o ministério da Agricultura, o FAO (Fundo das Nações Unidas para Agricultura) e o BAD (Banco Africano de Desenvolvimento).
Até que haja um antídoto, a responsável pela proteção vegetal, exorta aos camponeses guineenses a vigiarem os campos agrícolas e matarem, à mão, os insetos encontrados.
As pragas, as doenças e os ataques dos gafanhotos, ocorrem todos os anos, mas para já, Rosa Ferreira disse ter a recebido um "grito de socorro" dos produtores do arroz da localidade de Empada, no sul cujos campos estão a ser infestados por coleópteros.
Para "esse problema" e para responder "aos ataques normais" em outros localidades, a diretora da proteção vegetal tem produtos suficientes e concentrados nas delegacias regionais de Agricultura, apenas pede que os agricultores comuniquem com antecedência.
Rispito.com/Lusa, 10-09-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público