quinta-feira, 22 de agosto de 2019

UNIOGBIS CAPACITA AS FORÇAS ARMADAS DA GUINÉ-BISSAU EM METODOLOGIA DOS DIREITOS HUMANOS

A formação foi organizado a pedido do IDN com o objetivo de institucionalizar práticas e comportamentos de direitos humanos dentro das Forças Armadas da Guiné-Bissau. Aproximadamente 30 oficiais, dos quais 14 são mulheres, aprenderão a metodologia para projetar e ministrar a formação em direitos humanos. No final do workshop, todos os participantes receberão o Guia Prático de Direitos Humanos das Forças Armadas, desenvolvido em 2016 em parceria com o Instituto.

Esta atividade faz parte do mandato do UNIOGBIS para ajudar as autoridades nacionais e as partes interessadas na promoção e proteção dos direitos humano, bem como realizar atividades de monitorização e elaboração de relatórios sobre direitos humanos.

A formação foi organizado a pedido do IDN com o objetivo de institucionalizar práticas e comportamentos de direitos humanos dentro das Forças Armadas da Guiné-Bissau. Aproximadamente 30 oficiais, dos quais 14 são mulheres, aprenderão a metodologia para projetar e ministrar a formação em direitos humanos. No final do workshop, todos os participantes receberão o Guia Prático de Direitos Humanos das Forças Armadas, desenvolvido em 2016 em parceria com o Instituto.

Esta atividade faz parte do mandato do UNIOGBIS para ajudar as autoridades nacionais e as partes interessadas na promoção e proteção dos direitos humano, bem como realizar atividades de monitorização e elaboração de relatórios sobre direitos humanos.
Rispito.com/UNOGBIS, 22-08-20119

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público