segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Tensão na Guiné-Conacri após Presidente anunciar possível referendo constitucional

Alpha Condé Presidente da Guiné Conacri, Alpha Condé, pretende realizar um referendo constitucional antes das eleições de 2020, o que está a causar a apreensão dos adversários que receiam ser uma forma de o chefe de Estado prolongar o Governo.
Alpha Condé, 81 anos, foi o primeiro líder do país, que faz fronteira com a Guiné-Bissau, a norte, a ser democraticamente eleito desde a independência da França, em 1958, quando ganhou as eleições em 2010.
O segundo e último mandato deve acabar dentro de um ano, mas as tensões relacionadas com os seus planos futuros levaram a protestos que causaram a morte de 24 pessoas em confrontos com as forças de segurança.

Numa mensagem televisiva transmitida na quinta-feira (19.12), Condé manifestou a intenção de realizar um referendo sobre uma nova Constituição. "O Presidente Alpha Condé quer mergulhar a Guiné num caos", disse o líder da oposição, Bah Ouri, após a mensagem.
Para Bah Ouri, o que o chefe de Estado está a fazer é a evitar sair no fim do seu segundo mandato. "Mas ele vai sair. A nova Constituição não passará", disse.
Vários grupos de direitos humanos têm criticado a administração de Condé pela proibição de manifestações públicas.  Este ano, os líderes da oposição foram condenados a penas de prisão, acusados de insurreição e de perturbarem a paz pública.

Alpha Condé é uma antiga figura da oposição que, em 2010, tornou-se o primeiro Presidente eleito democraticamente do país, mas o seu mandato tem sido precisamente marcado pela repressão de protestos.
Segundo a oposição, cerca de 100 pessoas foram mortas em atos de repressão desde que Condé chegou ao poder.

Em setembro, o Presidente pediu ao Governo que realizasse "consultas" sobre possíveis mudanças na Constituição, um processo fortemente criticado pela oposição.
Condé declarou que os cidadãos deveriam preparar-se para um referendo e eleições, provocando especulações de que planeia eliminar o limite presidencial de dois mandatos e participar das eleições previstas para o final de 2020.
Rispito.com/DW, 23/12/2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público