sábado, 9 de janeiro de 2021

Presidente de Cabo Verde visita Guiné-Bissau entre 18 e 20 de janeiro

O Presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, vai visitar a Guiné-Bissau de 18 a 20 de janeiro, anunciou hoje o próprio chefe de Estado, esperando reforçar e relançar as relações entre os dois países.

"A visita à Guiné-Bissau será uma visita oficial de Estado entre os dias 18, 19, e 20 de janeiro", anunciou Jorge Carlos Fonseca, na cidade da Praia, na apresentação pública do oitavo volume da obra "Magistratura de Influência".

Para o chefe de Estado cabo-verdiano, a visita servirá para o reforço e relançamento das relações entre Cabo Verde e a Guiné-Bissau.

"São países que têm laços históricos de cultura e muitas cumplicidades e poderá ser um momento importante para relançar, reforçar, aproximar cada vez mais os dois povos", afirmou o Presidente.

Esta será primeira deslocação de Jorge Carlos Fonseca à Guiné-Bissau desde a chegada ao poder de Umaro Sissoco Embaló, que já tinha convidado o seu homólogo para a sua tomada de posse, no início do ano passado, então marcada por uma crise pós-eleitoral, mas que não se concretizou.

Em novembro do ano passado, o Presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, formalizou o convite ao homólogo de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, para uma visita oficial ao país, para "reforço" dos "laços históricos" entre os dois Estados.

A carta-convite foi entregue pelo embaixador da Guiné-Bissau em Cabo Verde, M´Bala Fernandes, que foi recebido pelo chefe de Estado cabo-verdiano, que é atualmente presidente em exercício da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Jorge Carlos Fonseca termina o mandato em outubro de 2021, ano marcado por eleições legislativas e presidenciais em Cabo Verde.

Em 22 de novembro de 2019, o último dia de campanha para a primeira volta das eleições presidenciais, Umaro Sissoco Embaló, candidato presidencial, esteve algumas horas na Praia, tendo sido recebido pelo chefe de Estado cabo-verdiano.

Voltou à Praia em 11 de janeiro de 2020, após a segunda volta das eleições guineenses, e de novo para reunir-se com o Presidente cabo-verdiano no Palácio Presidencial, tendo na altura convidado Jorge Carlos Fonseca para a sua tomada de posse.
Rispito.com/Lusa, 09/01/2021

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público