terça-feira, 23 de março de 2021

Combatentes da Liberdade da Pátria recusam receber pensão depois dos descontos das Finanças

Centenas de Combatentes da Liberdade da Pátria recusaram receber esta terça-feira (23.03), as suas pensões, depois de o Ministério das Finanças ter descontado 500 francos CFA, no dinheiro de cada um dos veteranos de guerra, constatou o Capital News.

Os combatentes concentraram-se, desde as primeiras horas desta manhã, na Secretaria de Estado dos Combatentes, para não só recusar receber as pensões, como também reclamar contra os descontos feitos pelo Ministério dirigido por João Fadia.

“Esta situação, dos descontos, apanhou a nós e a Secretaria de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria de surpresa. Não é só em Bissau, mas também em Bafatá (leste do país), houve descontos aos combatentes residentes na zona. Já demos instruções para que ninguém receba a pensão com os descontos que se verificam”, disse ao Capital News, o presidente do Conselho Nacional dos Filhos dos Combatentes da Liberdade da Pátria, Domingos Tambá.

O responsável, que lamenta a situação, faz ainda um esclarecimento:
“Quem recebe pensão não tem que ser descontado nada, porque já tinha sido descontados os impostos e tudo”, afirmou.

Uma fonte da Secretaria de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria, contactada pelo Capital News, confirma os descontos nas pensões dos veteranos de guerra, mas disse que a responsabilidade é do Ministério das Finanças, e que diligências estão em curso para ultrapassar a situação.

Os atingidos com os descontos recebem, normalmente, entre 40 e 43 mil Francos CFA.
Rispito.com/CNEWS, 23-03-2021

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público