quinta-feira, 24 de março de 2016

Desentendimento deixa “DJURTUS” sem viajar

Triste e lamentável!...
O avião que deveria transportar os Djurtus (Seleção Nacional de Futebol da Guiné-Bissau) para Senegal deixou esta tarde Bissau rumo a Dakar sem levar nenhum jogador guineense.
Segundo uma fonte confiável, os jogadores reivindicam o pagamento de subsídios do jogo realizado ontem contra a seleção da Quénia, na qual, os Djurtus venceram por uma bola a zero.
A fonte avança ainda que alguns jogadores custearam os bilhetes de viagem para Bissau, para defender as cores nacionais, com promessa que teriam de volta as despesas efetuadas, mas até ao momento não receberam nada (nem se quer 01 franco cfa.)
O Secretario de Estado da Juventude, Cultura e dos Desportos reuniu-se a bem pouco tempo com os jogadores, mas não surtiu nenhum efeito positivo.
Com isto, fica comprometida a segunda mão do grupo-E do jogo entre a Quénia e a Guiné-Bissau, se realiza no domingo, dia 27 de março em Nairobi Quénia, para apuramento do CAN-2017.  
 A Seleção Nacional “DJURTUS”:
Jonas Mendes [1] (guarda-redes)
Emanuel Mendes [2]
Rudinilson B. Silva [5]
José Luís Mendes (Zezinho) [7]
Cícero Semedo [9] > substituido aos 84 por Ansumane Fati [19] .
Boucundji Cá [10] > substituido  aos 70 minutos por Eridson Mendes Umpeça [6] .
Nanísio G. R. Soares [11]
Juari Martinho Soares [16]
Agostinho Soares (N’konco) [14]
Piquete Djassi [18]
Idrissa Camará (Idi Computador – joga numa equipa italiana) [20] > substituido ao minuto 35 por Bruno Gomes [21].
Rispito.com/lai Balde-correspondente, 24-03-2016

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público