terça-feira, 2 de maio de 2017

Sissoko quer mostrar à comunidade internacional “vontade” no respeito do Acordo de Conacri

sissocoBIssau05O Chefe do Governo guineense, Umaro Sissoko Embaló, reuniu esta terça-feira com alguns representantes da Comunidade Internacional, entre os quais, das Nações Unidas, da CEDEAO e da União Africana.

O Primeiro-ministro tinha convocado, também, para o mesmo encontro, a União para Mudança (UM) e o Partido da Convergência Democrática (PCD). Mas, estas formações políticas com representação parlamentar declinaram-se do convite, alegando não reconhecer a legitimidade do atual Governo, liderado por Umaro Sissoko Embaló.

Informações apuradas pela e-Global indicam que o primeiro-ministro quer com estes encontros mostrar a sua “vontade” na implementação do Acordo de Conacri, depois da CEDEAO ter dado as autoridades nacionais o prazo de 30 dias para o cumprimento do acordo.

Um Acordo que prevê, entre outros pontos, a nomeação de um primeiro-ministro de consenso que conte com a confiança do Presidente da República e um Governo, baseado na representatividade parlamentar.

Umaro Sissoko Embaló reuniu ainda com representantes da Sociedade Civil e do Poder tradicional, no dia em que o Presidente José Mario Vaz, regressou de uma viagem à Libéria e Congo Brazzaville.
Rispito.com/e-Global, 02-05-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público