sábado, 2 de dezembro de 2017

Chefe do Estado-Maior General pede militares afastarem-se da política

Image result for biague na tamO chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) da Guiné-Bissau, general Biaguê Na Ntan, pediu neste sábado, aos militares para se submeterem à Constituição e para se afastarem dos assuntos políticos, de criminalidade e de corrupção.

"A ética e deontologia profissional, o cumprimento das normas constantes do regulamento da disciplina militar devem merecer a atenção de um militar, devendo cada um afastar-se dos assuntos políticos, da criminalidade e da corrupção, pautando sempre pelo que possa contribuir para o bem-estar do povo", afirmou o general.

O CEMGFA falava no centro de instrução de Cumuré, a cerca de 50 quilómetros de Bissau, durante a cerimónia de juramento de bandeira de mil 103 recrutas.

Image result for novo recrutamento militar na guine bissau"O povo guineense, as Forças Armadas e a sociedade em geral esperam de vós, altos padrões de conduta, responsabilidade e carácter singulares, preservando os valores éticos e cívicos para o cumprimento, com sucesso, das vossas obrigações", sublinhou.

No discurso, proferido na presença de milhares de pessoas que se deslocaram a Cumeré, o general Biaguê Na Ntan salientou também que a cerimónia representa um "passo gigantesco no que respeita ao apetrechamento das Forças de Defesa e Segurança com recursos humanos habilitados para fazer face aos desafios impostos às Forças Armadas".

Mas também, acrescentou, um "contributo para a reestruturação e reorganização das Forças Armadas no quadro da implementação de reformas que se querem nos sectores da defesa e segurança".

A cerimónia de juramento de bandeira inclui também os novos elementos da Guarda Nacional.
Para as Forças Armadas foram recrutados 642 elementos do sexo masculino e 178 do sexo feminino.
Os novos soldados vão ser agora distribuídos pelos vários quartéis do país.
O último recrutamento militar obrigatório na Guiné-Bissau foi feito em 1992.
Rispito.com/Lusa, 02-12-2017

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público