segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Presidente convoca Conselho de Estado para terça-feira

No mesmo dia em que o PAIGC inicia o seu nono congresso, o Presidente guineense, José Mário Vaz, convocou  o Conselho de Estado, para analisar o nome do novo primeiro-ministro do país que prometeu indigitar no decurso desta semana, disse à Lusa fonte da presidência.

A reunião do Conselho de Estado, órgão de consulta não vinculativa do Presidente guineense, está marcada para começar às 16h00 locais no palácio da presidência, em Bissau.

Têm assento no órgão o líder do Parlamento, o presidente do Supremo tribunal de Justiça, o primeiro-ministro, os presidentes de partidos com representação parlamentar e cinco cidadãos indicados pelo chefe do Estado.

Também para terça-feira, mas no período da manhã, José Mário Vaz vai auscultar os cincos partidos com assento parlamentar (PAIGC, PRS, PCD, PND e PCD) sobre a nomeação do primeiro-ministro, indicou a fonte da presidência guineense.

Em carta dirigida aos partidos com assento no Parlamento, o Presidente guineense indicou que o novo primeiro-ministro será nomeado nos termos e em cumprimento da alínea g do artigo 68 da Constituição do país.

Os dispositivos em questão referem que o Presidente nomeia ou exonera o primeiro-ministro tendo em conta os resultados eleitorais e ouvido os partidos com representação parlamentar.
O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) é o vencedor das últimas eleições legislativas guineenses.
O anterior primeiro-ministro, Umaro Sissoco Embaló, anunciou a sua demissão a 12 de Janeiro e, cinco dias depois, justificou em conferência de imprensa que decidiu "sair para deixar o Presidente confortável" à luz dos compromissos internacionais.

O próximo primeiro-ministro será o sexto desde as eleições legislativas de 2014.
Rispito.com/Angop, 29-01-2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público