segunda-feira, 28 de outubro de 2019


COMUNICADO Á IMPRENSA

Foi com profunda consternação e magoa que o Movimento Nacional Sociedade Civil para Paz, Democracia e Desenvolvimento, acompanhou actuação desproporcional das Forças de Segurança e Ordem Publica que impediram a realização de uma marcha pacifica organizada pelos partidos
políticos de oposição no dia 26 de Outubro de ano corrente em Bissau, resultando na morte de um manifestante militante de Partido Renovação Social e ferimento de cerca de uma dezena de manifestantes.
Considerando que o Direito a Manifestação é uma conquista dos cidadãos guineenses, um direito constitucional e, que a sua realização não carece de nenhuma autorização das autoridades; Tendo em conta que a intervenção das Forças de Segurança e Ordem Publica que culminou com a morte de 1 (um) manifestante - malogrado Demba Balde, e, as detenções de alguns manifestantes que foram realizadas de forma ilegal e numa clara tentativa de silenciar opiniões e expressões livres
dos cidadãos; Tendo em conta a gravidade destes actos para a sobrevivência do país como
um Estado de Direito e Democrático. 
Assim, a Direcção de Movimento Nacional da Sociedade Civil para Paz Democracia e Desenvolvimento, delibera:

  • 1. Condenar com veemência a actuação das forças de Segurança contra manifestação pacifica organizada pelos partidos políticos de oposição;
  • 2. Exigir instauração urgente de inquérito competente para apurar as circunstâncias de actuação da polícia que provocou a morte e espancamento dos manifestantes e, que os autores e mandantes dessa actuação sejam responsabilizados;
  • 3. Manifestar a solidariedade aos manifestantes face a esta brutal carga Policial;
  • 4. Endereçar as nossas mais sentidas condolências ao PRS e a família enlutada do malogrado Demba Balde, manifestante que perdeu a sua vida em defesa da democracia no Estado Direito;
  • 5. Alertar a sociedade guineense e a comunidade internacional, pela situação preclitante em que a Guiné-Bissau se encontra neste momento com contornos imprevisíveis. 

Bissau, 27 de Outubro de 2019.

A Direcção Nacional


Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público