sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

“PAIGC tem muitos defeitos, mas tribalismo não é um deles”, diz Francisco Fadul

Image result for francisco fadulO antigo Primeiro-ministro da GuinéBissau, de 1998 a 2000, Francisco José Fadul, disse que vai apoiar o candidato do Partido Africano da Independência da GuinéBissau e Cabo Verde (PAIGC), porque é o candidato que reúne condições políticas, éticas, e é conhecido por um relacionamento internacional saudável e democrático que poderá levar a sociedade guineense a uma situação de paz interna e externa, respeito e apoio internacional, defendeu Fadul, numa entrevista via telefónica.

Fundador e líder do Partido Unido Social Democrático (PUSD), um dos principais partidos políticos do país de 2002 a 2006, sublinhou que “o PAIGC tem muitos defeitos, mas tribalismo não é um deles”, e acrescentou que há pessoas que estão a manipular os votos enganando os cidadãos que não têm acesso a informação, divulgando que o PAIGC é um partido tribalista. 
Segundo Fadul não existe nenhum tipo de tribalismo na candidatura do Domingos Simões Pereira

O líder do PUSD negou as informações que circulam nas redes sociais sobre o seu apoio ao candidato do Movimento para Alternância Democrática (MADEM-G15) Umaro Sissoco Embalo que obteve 27,65% na primeira volta contra seu adversário do PAIGC, Domingos Simões Pereira que recolheu 40,13%, posicionando os dois na segunda volta das eleições

Mais de 760 mill eleitores guineenses vão escolher a 29 de Dezembro qual será, entre Sissoco Embaló e Domingos Simões Pereira, o próximo Presidente do país.
Rispito.com/e-Global, 20-12-2019

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público