sexta-feira, 2 de outubro de 2020

 CALIFA SEIDE DEFENDE QUE O PAIGC LIDERE UM EVENTUAL GOVERNO DE INCLUSÃO

O terceiro vice-presidente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC), Califa Seide, defendeu esta quinta-feira, 01 de outubro de 2020, que seja o PAIGC, na qualidade do partido vencedor das legislativas, a liderar o governo de inclusão. 

“Estamos num processo de diálogo e de entendimento. Havemos de chegar a um consenso” disse.

A saída da audiência com o Presidente da República Úmaro Sissoco Embaló, o antigo líder da bancada parlamentar do PAIGC explicou que, à semelhança de outros partidos políticos, com assento no parlamento, defendem um governo de inclusão, e que é o consenso a que chegaram na última reunião realizada na Assembleia Nacional Popular (ANP) e UNIOGBIS.

“Agora temos de discutir os moldes e as formas de fazê-lo”, realçou. 

Explicou que trocaram opiniões sobre a situação política do país com o Presidente da República, e transmitiram ao Presidente Sissoco que o PAIGC está aberto ao diálogo com objetivo de encontrar soluções políticas para situação prevalecente no país, o PAIGC está sempre disponível.

Para Califa Seide, uma das soluções seria um modelo que acomodasse todos os partidos políticos com representação parlamentar, e “por isso mesmo continuamos a insistir que é fundamental que se encontre uma solução governativa com base na participação de todas as formações politicas representadas na ANP e foi isso que transmitimos ao senhor presidente”, contou Califa Seide.
Rispito.com/O Democrata, 020/10/2020

Sem comentários:

Publicar um comentário

ATENÇÃO!
Considerando o respeito pala diversidade, e a liberdade individual de opinião, agradeço que os comentários sejam seguidores da ética deontológica de respeito. Em que todas as pronuncias expressas por escrita não sejam viciadas de insultos, de difamações,de injúrias ou de calunias.
Paute num comentário moderado e educado, sob pena de nao sair em público